A garota que você deixou para trás

05/01/2018

Resenha por Desirée Nascimento

Amor. É a palavara que define a história do livro. Mas não é qualquer amor. É aquele amor ágape, puro, avassalador e tão forte, que ninguém consegue explicar. Um amor ligado e representado por um quadro, cujo retrato é Sophie Levefère. Uma mulher de expressão forte e com o cração gigante capaz de enfrentar tudo e a todos pelas pessoas que ama.

A história inicialmente se passa em 1916, na França, mais especificamente em St Péronne. Sophie e a irmã Helène trabalha em um hotel, o Le Coq Rouge. Um hotel que por muito tempo hospedou os visitantes mais ilustres.

Entretanto, com a ocupação alemâ, pouco havia sobrado, ocasionando a decadência do hotel, e aumentando ainda mais a fome de Sophie, Heléne e seus filhos.

O fato é que marido de Sophie e o marido de Helène, lutam no front da Primeira Guerra Mundial e, a esperança de que ainda estejam vivos é o que impulsionam a vida das duas irmãs a sobreviver nas condições precárias as quais vivem.

Num belo dia, Sophie e Heléna se veem obrigadas a colaborarem com os oficiais alemães, cozinhando para os mesmos.

O fato é que o Kommandant, admirou-se instantanemante pela beleza do quadro de Sophie. Quadro esse feito pelo seu marido, Édouard, logo que se conheceram.

Ao saber que Édouard tornou-se prisioneiro, e o fato de saber que Heir Kommandant, poderia muito bem ajudar a libertar seu marido, Sophie, aproveitando que se dava muito bem com ele, tomou uma decisão completamente arriscada, envolvendo princípios, valores e lógico, o quadro que tanto amava.

Tempos mais tarde, nos anos 2000, o retrato de Sophie agora ocupa a casa de Liv Halston, um presente dado pelo seu marido pouco antes de ele morrer. Sozinha, Liv encontra no quadro uma companhia, além de tentar se inspirar no retrato de Sophie.

Numa tentativa se seguir em frente, Liv conhece Paul, que trabalha num rescritório de advocacia que resgata obras de artes roubadas devolvendo aos seus verdadeiros donos.

NUm belo dia, os descendentes de Édouard aparecem no escritório de Paul reivindicando o quadro. Liv, pelo apreço imenso que tem pelo quadro vai tentar a todo custo provar o direito que tem sobre ele, em uma busca pelo passado, abrindo mão de uma nova paixão, e das dificuldades que a morte de seu marido lhe ocasionou. Nesse momento, é possível observar uma mulher que mesmo decepcionada e com os pensamentos normais de uma mulher apaixonada e insegura, não se deixa abater.

Entretanto, até que ponto Paul decepcionaria sua amada?

Até que ponto Liv estaria disposta a brigar e perder a sua nova paixão?

O que você fariam por amor?

A garota que você deixou pra trás, além de ser extremamente interessante, é instigante e emocionante. A força e a garra de uma mulher capaz de fazer qualquer coisa pelo que ama e quem ama.

Mostra duas mulheres extremamente corajosas, que enfrentam todas as dificuldades por um único objetivo: Amor.