A garota que você não quis

03/12/2016

Por Desirée Nascimento

Sabe aqueles livros que chamam a atenção só pelo título? Então você vai ler a sinopse e fica ainda mais ansiosa em começar a degustar o restante da estória? Foi o que aconteceu comigo em "A garota que você não quis".

Sinopse: O amor que Jace Connor sente por Alison Reak é tão grande que ele escreveu um livro sobre ela: A Garota Que Eu Nunca Vou Ter. Desde a adolescência, Jace têm uma paixão intensa pela desajeitada Alison. Ele sempre foi muito bonito e popular, ela, porém, sempre foi desajeitada e excluída. A popularidade dele não deixou que os dois vivessem um grande amor e Jace acabou cometendo algo que feriu muito a Alison. Cinco anos mais tarde, Jace é um escritor iniciante e Alison uma estrela de cinema em ascensão, além de ser uma cantora muito famosa. A garota desajeitada e feia se tornou uma bela mulher extremamente orgulhosa e arrogante, e está processando Jace por ele ter usado o seu nome no livro. O que ela não sabe é que ele colocou o nome dela no livro de propósito, tudo para fazer com que ela se encontrasse com ele novamente, e essa é a oportunidade de Jace para conquistar Alison. Será que ela vai deixar de ser a garota que ele nunca vai ter?

Confesso que nas primeiras páginas, acreditei ser mais uma das estórias clichês entre a nerd e o popular. Entretanto, Michele Batista conseguiu me prender, fazendo com que eu sempre ansiasse por mais.

"A garota que você não quis" retrata a realidade de muitas jovens as quais sofrem com o problema de peso e se sentem feias perante o resto do mundo. Alison é uma dessas garotas que enfrentam os olhares e os comentários maldosos do corredor do colégio. Mas o que ela não sabe, é que existe um coração no meio dessa gente, que grita todas as vezes que a vê.

Jace é o garoto rico e popular do colégio, que nutre uma paixão escondida por Alison Reak desde que a mesma o venceu no campeonato de soletração. Com medo de perder a popularidade e ser motivo de chacota pelos "amigos" ele a destrata de forma humilhante, ferindo a si próprio com toda a situação.

Porém, a chagada de Lee ao colégio, o desprezo e o ódio de Alison, e os problemas de saúde de seu pai, faz Jace repensar os seus atos, porém é tarde demais e Alison se torna a garota que ele nunca vai ter.

Anos se passam e Jace ainda não conseguiu esquecê-la. Alison mudou completamente, tanto no físico, quanto no psicológico, tornado "A garota problema". Uma cantora famosa que viciou no álcool e deixou de se alimentar. Consequência disso? A infelicidade e o começo de uma bulimia.

Jace por sua vez, abriu uma grande editora e decidiu publicar um livro onde conta a sua estória com Alison - "A garota que eu nunca vou ter". Alison decide voltar à Nova York para impedir o lançamento do livro, mas o reencontro dos dois acaba por dar uma grande reviravolta em sua vida.

É um livro bem emocionante que com toda certeza tocará muitas jovens. O mesmo passa uma grande lição: Ame a si mesmo exatamente do jeito que você é. Você não será mais feliz se agradar os outros. Em algum momento você encontrará alguém que te ame exatamente do jeito como você é.

Chorei em muitos capítulos do livro e me identifiquei em alguns momentos. Vale a pena conferir esse livro muito bem escrito, o qual Michele Batista te faz deixar viciado em cada capítulo e mostra que em meio a tantas diferenças, pode sim, existir um grande amor.