Descendo do Salto

03/12/2016

Por Diane Bergher

Sabe aqueles livros que você escolhe ler pela originalidade da sinopse? Descendo do Salto foi um deles. E a originalidade do livro não parou na sinopse, não! Fugindo do estereótipo clássico do casal protagonista, Aline nos brinda com personagens carismáticos e muito divertidos. Laura, diferentemente das mocinhas ingênuas, é uma mulher de 35 anos, no auge de sua carreira profissional e que só faltou dar a alma ao diabo para subir algumas posições na pirâmide social. Greg, por sua vez, é o nosso lindo e jovem mocinho. Cansado da tirania de Laura, sua chefe, deixa vazar na internet um vídeo comprometedor da chefe, o que provoca a demissão e o fim do reinado diabólico de Laura, fazendo-a descer, literalmente, do salto. Porém, Laura e Greg acabam se envolvendo mais do que o devido. A relação dos dois é cativante e engraçada e a autora conseguiu explorar muito bem e sem exageros a diferença de idade entre os dois. É uma delícia sair do clichê e ler um romance em que a mulher é mais velha que o homem. O livro está disponível e não foi finalizado. Eu virei fã de carteirinha da Laura, gente! É certo que Laura fez muita coisa errada, é o exemplo do que uma mulher não deve fazer. Porém, Laura não deixa de representar os impasses da mulher moderna, que se ocupa em excesso da vida profissional, esquecendo-se da vida social e sentimental. Enfim, seria perfeito que o livro virasse filme!