Ela é Minha

24/02/2017

Resenha por Cinthia Basso

Diane Bergher é praticamente um nome com certeza de sucesso nas postagens do Wattpad. Com muitos fãs e apreciadoras do seu trabalho, vem arrasando sem a menor cerimônia tanto nos rankings de literatura feminina, quanto ficção histórica. Trabalha com leveza e habilidade seus temas, pesquisando e ficando sempre por dentro dos assuntos abordados em seus enredos.

Sem sombra de dúvidas é umas das autoras mais carismáticas e talentosas que tive a honra de conhecer e com Ela é minha, somente trouxe certeza à minha ideia.

Maria Lúcia não é a mocinha comum dos romances, é uma cientista, possui pós-doutorado em física nuclear, uma inteligência sagaz e transparente, que não busca por um amor e sim por conhecimento. Adora experiências e vive entretida em seus cálculos, fala o que pensa na hora que bem quer e não se importa muito com isso. Afinal, ela é uma cientista! Tenta manter Eduardo bem longe do seu coração, aprontando poucas e boas com o tão competitivo arquiteto. Mas quem imaginaria que tantos segredos acabariam por unir os dois e quem pensaria na probabilidade maluca de uma experiência com melancia se tornar a primeira lembrança de ambos? Pois é, nada é previsível na história desses dois... Eduardo por outro lado, estava convicto que não se apaixonaria tão cedo, mas quando se viu sujo de fruta em uma linda tarde, ódio era tudo o que conseguia sentir... Mas que maluca era a mulher responsável por aquilo! Eduardo, conhecido por nutrir uma paixão por Camila, mulher de seu amigo, acaba se vendo perdido em pensamentos acerca daquela pequena cientista, que não têm papas na língua e que o enfrenta como se essa fosse a coisa mais fácil do mundo.

Eduardo vai correr atrás, Malu vai fugir e assim esses dois iniciam um romance de gato e rato. Onde, sinceramente, eu não sei qual é o mais envolvido e burro dos dois, porque só um cego não veria o que estava acontecendo.

Esse é um dentre tantos livros da autora, que sabe como surpreender seus leitores e sabe melhor ainda como cativá-los. Tenho certeza que qualquer gênero que ela venha a escrever irá ser magnífico, já que a perfeição com que escreve e que narra os sentimentos dos personagens e os detalhes dos acontecimentos encanta a todos que dão a chance de se perder em algo divino.

Mesmo que eu continuasse falando sobre as suas obras não chegaria de fato à realidade que só quem se deliciou com elas compreenderia. Diane Bergher está mesmo se tornando uma autora renomada na plataforma e uma certeza de um futuro best seller.