Flores Raras

10/04/2017

Resenha por Diane Bergher

Nada melhor do que ler um romance melzinho num final de semana chuvoso, não é?! Flores Raras, da autora Janah Silva, foi o escolhido para me fazer companhia num domingo chuvoso de outono. O livro é catalogado como ficção adolescente, mas é recomendado para todas as idades, já que o amor emociona a todos.

Janah construiu muito bem o enredo, atrevo-me a dizer que até mesmo as omissões foram pensadas e tiveram um objetivo específico para existir, como por exemplo, não deixar claro o país em que se passa. Foi uma jogada de mestre, ao meu ver, porque deixa a cargo do leitor e sua imaginação escolher o local em que se passa a trama.

As personagens são tão fofas e queridas, mesmo com seus defeitos, que me senti com vontade de pegá-las no colo. O romantismo é palpável em cada palavra muito bem escolhida pela autora, que tem um português impecável.

O romance não tem cenas hots e, sinceramente, não senti falta alguma! É claro que a autora nos induz a imaginar as cenas mais picantes. O primeiro beijo entre o casal protagonista me arrancou muito suspiros, sem falar na beleza e delicadeza das preliminares que antecederam a primeira noite deles.

Por outro lado, o ponto alto do livro é o seu final, onde descobrimos os motivos que levaram a autora a escolher Flores Raras como título da obra. Não quero dar spoilers, mas preciso dizer que foi perfeita a explicação do que o amor é para nosso casal melzinho. 

O livro está completo no Wattpad e merece ser lido, com certeza, por todas as idades!