O Duque e Eu

03/12/2016

Por Cinthia Maria Basso

Bom gente, estou aqui para resenhar um livro que eu super amo da nossa linda Julia Quinn. O tão maravilhoso livro é: O Duque e eu . Que simplesmente me deixou viciada com a escrita e enredo envolventes. Julia sabe nos prender de uma forma totalmente especial. Devorei esse livro em menos de um dia ! Eu quase nem dormi, só para poder passar um pouco mais de tempo com o nosso querido Duque Simon Basset, um libertino de mão cheia.

Um duque que além de charmoso, é bonito e rico. E Claro que isso não passaria despercebido pelas mães casadeiras da alta sociedade londrina! Um homem com seus medos e traumas de infância, que tem todas as suas muralhas derrubadas quando conhece Daphne Bridgerton, uma das irmãs de seu melhor amigo. Ela que por sua vez, tem todo o poder da nobreza em suas veias devido ao título de Visconde de seu irmão, mas que não possui nenhum pretendente a altura. Os únicos que se aproximam dela com vontade de desposá-la ou são velhos e enfadonhos ou homens totalmente desinteressantes.

Devido a tanto tumulto com a volta do Duque de Hastings, o solteiro mais cobiçado da temporada, Simon se vê então frente a uma maravilhosa ideia, já que Daphne não possui nenhum pretendente a sua altura, o que melhor que um duque cortejá-la para despertar o interesse dos demais? E mataria dois coelhos com uma cajadada só! Livrar-se-ia de todas as mulheres a procura de um noivo que no momento tinham um único alvo: Ele.

Plano esse que daria certo, caso os dois não viessem a se envolver emocionalmente.

Porém, após vários episódios onde são vistos juntos para afirmar tal compromisso fajuto. Simon e Daphne se veem frente a um amor avassalador, que mudará tanto suas crenças como seus sentimentos.

Embarque nesse delicioso romance onde a cura para seus traumas está bem ao seu lado, na distância de uma batida de coração!

Trecho do livro:

"E que diabo ele iria fazer com Daphne? Não queria magoá-la - não suportava a ideia de magoá-la, na verdade - e, no entanto, estava condenado a fazer isso simplesmente ao se casar com ela. Simon a desejava com ardor, ansiava pelo dia em que poderia cobri-la com seu corpo, penetrando-a bem devagar até que ela gemesse seu nome..."

Já deu pra perceber que Simon é quente, não é divas? Esse livro com certeza é um dos melhores, se tratando de romances de época! Então corram ler, que é daí pra mais! Londres em 1813, aí vamos nós!