Percy Jackson e os Olimpianos: A maldição do titã

13/03/2017


*Resenha por Natália Chimenez

Neste terceiro livro da série Os Olimpianos, Percy encontra-se com seus catorze anos de idade, e a aventura começa desde o primeiro parágrafo ao último!

Grover encontra dois meio sangues no colégio Westover Hall, Nico ( que irá aborrecer a todos com suas perguntas irritantes!), e Bianca Di Angelo , junto com Annabeth e Thalia com quem nosso cabeça de alga tem uma certa disputa que nem ambos compreendem. E isso desencadeia o fio da meada, Percy vê um monstro arrastar os irmãos Di Angelo e tenta salva-los, em vão, acabando como prisioneiro do Dr. Espinheiro que na verdade, é um manticore! Assim, surgem as caçadoras de Ártemis(sim, a deusa e suas guerreiras virgens, que odeiam homens), mas Annabeth acaba desaparecendo em ação.

"Mas as Caçadoras fizeram suas flechas voarem. A primeira acertou o pescoço do manticore. Outra acertou seu tórax. O manticore cambaleou para trás, gemendo, "Isso não é o fim, Caçadoras! Vocês pagarão por isso!" E antes que alguém pudesse reagir, o monstro, com Annabeth ainda nas suas costas, saltou do penhasco e caiu na escuridão. "Annabeth!" gritei."

E quando achavam que a coisa não poderia piorar, descobrem que Cronos está começando a agir. Há o despertar de um monstro que pode destruir o Olimpo! A Deusa Ártemisacaba sendo sequestrada! (Pelo amor de Zeus! Ela é uma deusa, como assim?).

Assim a profecia é revelada:

"Cinco devem ir para oeste até a deusa acorrentada

Um deve se perder na terra árida

A trilha a desgraça do Olimpo vai lhes mostrar

Campistas e Caçadoras combinados vão triunfar

A maldição do Titã um suportará

E pelas mãos de um pai um perecerá"

Na busca pela deusa vão Zoe Doce Amarga, Bianca Di Angelo que se transforma em uma caçadora (Opa Spoiler!), Thalia e Grover. Percy é excluído, mas consegue ajuda de seu amigo e cavalo alado Blackjack para segui-los sorrateiramente e assim descobre quem sequestrou a deusa, ganhando um lugar no grupo de buscas.

Há a aparição de vários deuses, como Apolo irmão gêmeo de Ártemis e cantor de haicais (péssimo cantor, não contem a ele que disse isso), a aparição que mais amei foi a de Afrodite que tentou colocar ideias na cabeça de Percy, mas como ele é um cabeça de alga, não entendeu nada! Ares, insinuando um segundo round da luta em O ladrão de raios, Atena que pareceu hostil demais ao meu ver (Pobre Percy!), e Dionísio que pela primeira vez não confundiu o nome do nosso eterno Peter Johnson.

Posso dizer com convicção que este foi o meu livro favorito da saga, pois envolve mais mistério ação e a cada capitulo há mais vínculos das profecias e mitologias citadas nos livros anteriores. E posso dizer que como bom leitor, procurei em cada parágrafo a profecia, e chorei com o desfecho de dois deles.

Esse livro vale a pena ser lido, e as histórias por trás da história lhe comoverão. A luta final foi simplesmente... MARAVILHOSA! A decisão de alguns personagens me surpreendeu e a cena final... Nossa! Realmente até o nosso cabeça de alga tem um "defeito mortal", (já parei com os spoilers, leia e se surpreenda, na verdade, não é tão surpresa assim), e pelo o que vi sua maior qualidade pode também tornar-se, seu maior defeito e inimigo...

Percy Jackson e os Olimpianos, em:

A maldição do titã.

Quem se interessou pelo livro, basta apenas clicar na imagem a seguir e comprar seu exemplar.